Minha fachada na revista Minha Casa e Arquitetura & Construção

Olá!  

Para quem não viu, segue q matéria sobre a fachada da minha casa que saiu na revista Minha Casa e no portal da revista Arquitetura & Construção 

Fachada de sobrado é repaginada com pintura e troca de portão

Em apenas duas semanas, o sobrado quarentão rejuvenesceu com as poucas intervenções feitas na fachada

Texto Renata Cattaruzzi / Reportagem visual Denise Costa / Foto Luis Gomes – Ambientes – 02/09/2014

01-fachada-de-sobrado-e-repaginada-com-pintura-e-troca-de-portao
Fachada de sobrado é repaginada com pintura e troca de portão

O visual ultrapassado não assustou Cristiane Hartmann, do blog de decoração A Melhor Casa do Mundo!, e seu marido, o securitário Leandro. Ambos viram potencial no sobrado dos anos 1970 e decidiram apostar na compra. “Na época, ninguém comentou abertamente, mas reparávamos que os familiares não elogiavam muito a nossa escolha”, diverte-se a moradora, que comandou sozinha a reforma do imóvel paulistano. O resultado fica evidente logo na fachada, transformada em apenas duas semanas. “Hoje, todos se dizem surpresos com o que conseguimos fazer com aquela casinha velha”, orgulha-se.

02-fachada-de-sobrado-e-repaginada-com-pintura-e-troca-de-portao
Fachada de sobrado é repaginada com pintura e troca de portão

Pintura de grande efeito

– Em vez de se livrar do revestimento cerâmico marrom que imita tijolinhos, Cristiane resolveu tingi-los de branco com epóxi à base de água. No andar superior, a parede, a porta da varanda e a grade ganharam o mesmo tom – a primeira com tinta acrílica e as demais com esmalte fosco. E o melhor: a moradora nem precisou gastar com mão de obra, já que seu pai, pintor aposentado, se encarregou do serviço.

– A fachada recebeu novos portão e porta social, feitos de chapas tubulares metálicas com vãos pequenos, o que garante mais privacidade. O portão, agora basculante e automatizado, foi alinhado à parede de tijolinhos – o antigo apresentava um pequeno recuo. “Com isso, conquistamos alguns centímetros, o bastante para conseguir abrir o porta-malas do carro dentro da nossa pequena garagem”, conta.

– Rachado pelas raízes do chapéu-de-sol ali plantado, o piso da calçada teve de ser trocado. O passeio agora é revestido de pedra-madeira, indicada para esse uso devido à grande aderência.

– No terracinho, a palmeira, a ameixeira e a azaleia branca que já enfeitavam o jardim ganharam a companhia de uma orquídea-bambu.

 

Quanto custou? R$ 6338

– Tintas brancas: dois galões de Novacor Epóxi (R$ 355,80), da Sherwin-Williams, um de esmalte Coralit (R$ 80,90), da Coral, e um de tinta acrílica (R$ 59,90), da Suvinil. Todas as embalagens de 3,6 litros. Leroy Merlin.

– Portão e Porta: Bronzatti, R$ 4510.

– Automatizador: para portão basculante. Leroy Merlin, R$ 442,51.

– Calçada: material: 10 m² de pedra-madeira branca (Leroy Merlin, R$ 589). Mão de obra: Jessé Queiroz, R$ 300.

 

Preços pesquisados entre 1º de junho e 2 de julho de 2014, sujeitos a alteração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s